rause blog

Vinho verde para o último mês de verão

DSC_0088 pq

Um vinho com intensa mineralidade, que lembra brisa do mar e tangerina. Que tal? Assim é o Muros Antigos, 2013, um vinho português de aromas florais e acidez refrescante que foi escolhido para estrear no Rause no mês de março. “Este vinho tem muito frescor, com notas cítricas no nariz lembrando tangerina, pêssego e um final floral”, fala o sommelier Leo Oliveira.
Muros Antigos foi uma criação do famoso enólogo Anselmo Mendes. Apaixonado pela uva da casta Alvarinho – queridinha em toda Portugal – Mendes comprou uma área na região do Minho para ter sua própria produção. O vinho leva ainda outra uva, a Loureiro. A mistura, ou assemblage, destas duas uvas reforçou o aroma cítrico do rótulo.
Outra informação importante sobre a escolha de março é o selo Vinho Verde DOC. Este tipo de vinho é único em todo o mundo e o segundo mais exportado por Portugal, ficando atrás apenas do Vinho do Porto. Naturalmente leve e fresco, sua produção é demarcada como Denominação de Origem Controlada desde 1908.
Quimicamente falando o vinho verde possui uma maior concentração de ácido málico. Bem, aqui vale uma explicação sobre o que é isso… Durante o amadurecimento das uvas os ácidos, como o tartárico, málico e cítrico, vão desaparecendo a medida que aumenta a concentração de açúcar. Em determinado ponto do amadurecimento acontece a fermentação maloláctica, quando as bactérias lácticas decompõe o ácido málico em lático e acontece a liberação de CO². Com isso o vinho perde um pouco de acidez e ganha um sabor mais refrescante.
E o que combina com gosto de mar e refrescância? Um siri cremoso na xícara, coberto por farofa crocante com parmesão. Esta é a combinação que vai nos acompanhar no Rause durante todo o mês de março. Vem provar!

Vinho do mês:
Muros Antigos, 2013
Produtor: Anselmo Mendes
Uva: Alvarinho e Loureiro
País: Portugal
Terroir: Minho
Vinho verde, DOC.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments